terça-feira, 2 de março de 2010

Responda o que te perguntarem! FORMSPRING.ME

A sensação do momento é o formspring.me, uma espécie de rede social baseada em perguntas e respostas. Muita gente está brincando com a rede no Twitter, e alguns perfis já aparecem bem badalados.

A boa do formspring.me é a seguinte: você cria uma conta lá (Facebook Connect aceito), e abre um formulário público, pedindo para que qualquer um, amigo ou anônimo, lhe faça uma pergunta, sobre qualquer assunto. As perguntas ficam armazenadas na sua conta, e aí cabe a você responder e publicá-la para que todos vejam – ou não.

O grande barato do formspring.me é a conectividade com outras redes, que permite espalhar as perguntas e respostas nelas, movimentando seu perfil. Também dá para seguir outras pessoas dentro da própria rede, ficando sempre a par das atividades desse contato. Ficou faltando apenas um modo mais inteligente e prático de buscar por pessoas, como o tradicional levantamento na agenda de contatos dos serviços de e-mail. Atualmente, só dá para pesquisar contatos pelo nome.

No campo das opções, o formspring.me oferece o básico. Complemento do perfil, integração com serviços (Facebook, Twitter, Tumblr e blog [Blogger e WordPress]), além de um widget para pendurar em seu blog. Vale destacar a opção que restringe o campo de perguntas apenas a cadastrados no programa, acabando com a festa de stalkers anônimos. Mas, vale o aviso: muitas vezes as perguntas mais legais vêm de gente não cadastrada no formspring.me…

Ali, nas configurações, ainda é possível mudar o visual da sua página, a la Twitter. O visual dela, aliás, é bem simplificado, o que, nesse caso, conta como um ponto super positivo, da mesma maneira que é no Tumblr e no Flavors.me (lembra?).

Desde o começo da tarde, o formspring.me vem apresentando lentidão e instabilidade. No mais, superados esse problemas temporários, aproveite o serviço, que é bem divertido. Como bem disse o um amigo meu, é quase uma versão 2.0 do “Verdade ou Consequência”, mas sem a parte da consequência, já que, como dito acima, as perguntas precisam ser aprovadas para aparecer na sua página

Nenhum comentário:

Postar um comentário