quinta-feira, 11 de março de 2010

Mulher que sobreviveu a queda de 900 m diz que foi empurrada

A mulher que impressionou especialistas de voo ao sobreviver a uma queda livre de uma altura de 900 metros após seu paraquedas não abrir disse que foi empurrada do avião pela sua instrutora. A informação foi publicada pelo Huffington Post, nesta quinta-feira.

Lareece Butler, 26 anos, caiu após um salto de paraquedas que deu errado. Ela sofreu uma queda de 900 m em um terreno perto de Grahamstown, na África do Sul, no último sábado.

Ela sobreviveu com cortes, uma perna quebrada e outras contusões menores. O equipamento de paraquedas foi projetado para abrir automaticamente, mas falhou e provocou a queda.

Butler disse que foi empurrada do avião por uma instrutora, após hesitar em saltar ao perceber que outros colegas tiveram problemas com o paraquedas em pleno ar. "Eu vi outros três caras pularem e todos se enrolaram nas cordas e um deles estava girando", disse ela na cama do hospital.

"Eu disse para a minha instrutora que não queria mais saltar. Disse para ela nos levar para baixo. Ela me empurrou e eu segurei no avião. Ela me empurrou novamente e eu cai. Tentei abrir o paraquedas de emergência, que não funcionou. Disse 'Deus, por favor, me salve. Eu tenho um filho' e depois disso não lembro mais nada", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário